Programação artística do Tempo reabre com solo de Lídia Franco e com o acordeão de Celina da Piedade

Lídia Franco, conceituada atriz de teatro, cinema e televisão, é o nome de destaque na reabertura da temporada artística do […]

Lídia Franco, conceituada atriz de teatro, cinema e televisão, é o nome de destaque na reabertura da temporada artística do Tempo – Teatro Municipal de Portimão e apresenta-se a solo no Grande Auditório a 17 de setembro, às 21h30, com “Óscar e a Senhora Cor-de-Rosa”. 

Trata-se de um texto do dramaturgo Eric Emmanuel-Schmitt, com encenação de Marcia Haufrecht, que mostra a amizade entre uma criança com leucemia e a Senhora Cor-de-Rosa (voluntária na área da pediatria do Hospital), que todos os dias o visita. Os bilhetes custam 10 euros, com os descontos habituais do Tempo. 

Aproveitando a presença da actriz, o projeto da Oficina do Espetador idealizou o workshop “A Arte do Ator”, uma masterclass de teatro a orientar por Lídia Franco, que partilhará os seus conhecimentos da arte da representação, assentes numa formação profissional sólida que se iniciou com a dança e se estendeu ao teatro, nomeadamente ao domínio do Método do Actor’s Studio (Lee Strasberg), que lhe serve de base na construção dos personagens a que dá corpo e voz. 

O preço desta iniciativa é de 10 euros e as inscrições são aceites na bilheteira do Tempo até dia 17 de setembro, tendo o limite máximo de 15 participantes. 

Setembro será também um mês rico em música e o primeiro espetáculo será protagonizado pela emblemática acordeonista Celina da Piedade, no dia 16 de setembro, no Café Concerto. 

A cantora apresenta uma versatilidade musical que lhe tem aberto as portas à colaboração com diversos artistas, dos quais se destaca Rodrigo Leão, que acompanha desde 2000, e os Homens da Luta, desde 2009. Neste concerto apresentará um repertório variado, que vai desde composições suas a temas do cancioneiro popular e músicas de raiz de diversas partes do mundo. 

No dia 30 de setembro, no âmbito dos Ciclo Novos Sons e ainda no Café Concerto, o Tempo apresenta “3:33”, o novo projeto liderado por Diana Piedade, cantora que se tornou conhecida após a sua participação no programa Ídolos. 

Contando já com um público cativo e fiel, Diana volta a juntar-se a Vasco Moura no baixo, Ivo Perpétuo na guitarra e Ademar Alves na bateria, elementos de bandas algarvias como Duck e Jesus Blood que sempre a acompanharam. 

Com influências do Rock e Blues, “3:33” promete pôr o ambiente ao rubro no Tempo com marca portimonense, realizando-se os espetáculos no Café Concerto às 22h00, com ingressos a 2 euros. 

O mês termina com a reposição da ópera rock “Vem aí o Zé das Moscas”, a 30 de setembro, às 10h00 e 14h00, para escolas, e a 1 de Outubro, às 16h00, para famílias: trata-se de uma adaptação de um conto de António Torrado apresentado em Julho, no Tempo, e que resultou da cooperação entre o Grupo de Expressão Dramática do Agrupamento Vertical Escolar D. Martinho de Castelo Branco, Escola Profissional de Lagoa e Grupo Infanto-Juvenil Coral Adágio, com o apoio do Tempo. 

“Vem aí o Zé das Moscas” é um espetáculo de marionetas para toda a família e os ingressos custam 2,50 euros, podendo ser adquiridos na bilheteira do TEMPO de terça a sábado, das 14h00 às 19h00, e em dias de espectáculo, das 14h00 às 21h30. 

Para mais informações ou reservas, contactar a bilheteira do TEMPO através dos contactos 282 402 475 / 961 579 917 ou através do seguinte sítio na Internet: www.teatromunicipaldeportimao.pt.

 

Comentários

pub
pub