Ciclo de Sons de Portimão prossegue com Concentus Duo

Após a pausa de verão, o Ciclo de Sons de Portimão apresenta, no dia 18 de setembro, às 18h30, na Igreja do Colégio, o […]

Após a pausa de verão, o Ciclo de Sons de Portimão apresenta, no dia 18 de setembro, às 18h30, na Igreja do Colégio, o Concentus Duo, interpretando obras de compositores como Debussy, Albérniz, Granados, Falla e Carlos Paredes.

O agrupamento é formado por Paula Sobral e Manuel Tavares e teve a sua origem em 2000, movendo-se essencialmente na música erudita, através de um reportório que abrange as mais variadas épocas, com ênfase na produção nacional.

A dupla tem atuado em várias cidades do país, em conservatórios e academias de música, auditórios, teatros e nos festivais de guitarra mais prestigiados a nível nacional, assim como nalguns eventos similares no estrangeiro.

Manuel Tavares iniciou, em 1996, o curso de Licenciatura em Ensino da Música na Universidade de Aveiro, na área de guitarra, tendo concluído, em 2009, o mestrado em performance (música de câmara) na Universidade de Aveiro.

Já Paula Sobral, em 1994, iniciou o curso de Licenciatura em Ensino da Música na Universidade de Aveiro, na área de guitarra clássica, concluindo, em 2007, o grau de mestrado em música de câmara.

Este concerto, com entrada livre, é uma iniciativa da Câmara Municipal de Portimão, continuando a 1 de Outubro o Ciclo de Sons, com o concerto do Duo Clássico, composto por Andrés Villani (flauta tranversal) e Bruna Melia (violoncelo) que terá lugar na Igreja de Alvor, a partir das 16 horas.

 

Programa do concerto:

Claude Debussy – Golliwogg´s Cakewalk

Isaac Albéniz – Rumores de la Calleta, Tango Opus 165, nº2

E. Granados – Intermezzo (ext. Ópera Goyescas)

Anónimo – La Rossignol

Thomas Ford – Mr. Southcote´s Pavan

John Dowland – My lord Willoughby´s Welcome Home

Rafael Andía – Anda Jaleo, Las três Hojas, Los Quatro Muleros, El Cafe de Chinitas

M. Falla – A Vida Breve

Alberto Janes – Foi Deus (Arranjo José Carlos Sousa)

Carlos Paredes – Verdes Anos (Arranjo Paula Sobral e Manuel Tavares)

Comentários

pub