Câmara Municipal avalia projeto “VRSA a Sorrir”

A Câmara Municipal de Vila Real de Santo António está a avaliar o projeto “VRSA a Sorrir”, tendo a divisão de […]

A Câmara Municipal de Vila Real de Santo António está a avaliar o projeto “VRSA a Sorrir”, tendo a divisão de Ação Social chamado os munícipes abrangidos pelo programa, convidando-os a prestar depoimentos e a preencher alguns questionários de satisfação.

O “VRSA a Sorrir” é uma iniciativa da autarquia vilarrealense, lançada em Setembro de 2009, que visa a prestação de serviços de medicina dentária gratuitos aos munícipes mais desfavorecidos.

O projeto baseia-se num protocolo com seis clínicas dentárias e médicos dentistas do concelho, disponibilizando, a custo zero, tratamentos às pessoas não abrangidas pela cobertura do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Nas duas sessões de avaliação, realizadas esta semana, a maioria dos participantes agradeceu à autarquia pelo facto de a sua qualidade de vida ter melhorado e por terem tido a possibilidade de voltarem a sorrir.

«A forma impecável como fui tratado e a rapidez com fiquei restabelecido do meu problema foi das melhores coisas que me poderia ter acontecido», conta Dionísio dos Santos Estêvão, um dos munícipes abrangidos pelo programa.

Também tratado através do programa “VRSA a Sorrir” José António Pereira, de 62 anos, residente em Aldeia Nova (Monte Gordo), teve conhecimento desta valência social através dos meios de comunicação social e afirma que a sua vida «mudou» em seis meses.

«Antes, os problemas da boca faziam com que tivesse dificuldades em comer, falar ou mesmo sorrir. Depois, as restrições financeiras também foram adiando os tratamentos», começou por explicar este paciente, que recebeu duas novas próteses. «Agora, posso dizer que tudo mudou», concluiu José Pereira.

Comentários

pub
pub