Al-Masrah leva «As Leis Fundamentais da Estupidez Humana» em digressão pelo país

A companhia profissional de teatro algarvia Al-Masrah, com sede em Tavira, leva «As Leis Fundamentais da Estupidez Humana» em digressão pelo […]

A companhia profissional de teatro algarvia Al-Masrah, com sede em Tavira, leva «As Leis Fundamentais da Estupidez Humana» em digressão pelo país.

Assim, depois de ter estado em Penela no dia 8 de setembro, a Al-Masrah vai apresentar o espetáculo no dia 24 de outubro, na Maia, no 17º Festival Internacional do Teatro Cómico.

O espetáculo é interpretado por Bruno Martins e Pedro Ramos, que, através da alternância entre efeitos cómicos resultantes da palavra e gesto (gags) e da conferência entre personagens, pretendem explorar o tema da estupidez e os absurdos ligados à condição humana.

Segundo a produção, esta adaptação do ensaio do economista Carlo Maria Cipolla, «não é um exercício de derrotismo social, mas antes o resultado de um esforço construtivo para investigar e, se possível, neutralizar um grupo de indivíduos muito mais poderoso que a máfia e que impede o crescimento do bem-estar e da felicidade: os representantes da estupidez humana.

«Diz-se que, em períodos de crise, há maior necessidade de riso. Não discordamos, mas vamos mais longe: o riso une-nos a todos, mesmo quando rimos de nós próprios. E se, num período de crise, é preciso refletir, façamo-lo com sentido de humor», nota a companhia algarvia que, não alheia à agitação dos mercados, inspirou-se num ensaio de um economista.

A pergunta que estará em palco ao longo de 50 minutos? «Por que razão um estúpido é mais perigoso do que um bandido?»

Comentários

pub
pub