Agosto com menos 2,2% de ocupação hoteleira que em 2010

A taxa de ocupação global média/quarto, no Algarve, em Agosto passado, foi de 90,0%, ou seja, 2,2% abaixo do verificado […]

A taxa de ocupação global média/quarto, no Algarve, em Agosto passado, foi de 90,0%, ou seja, 2,2% abaixo do verificado no mesmo mês de 2010, revelou esta terça-feira a Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA).

As maiores quebras verificaram-se na zona de Vilamoura/Quarteira/Quinta do Lago (‑14,3%) e Monte Gordo/VRSA (-2,9%).

Em sentido contrário, a principal subida ocorreu na zona de Portimão/Praia da Rocha (+2,6%).

Albufeira, a principal região turística do Algarve, registou uma descida de 1,8%.

Apesar da quebra, a zona de Monte Gordo/VRSA foi, ainda assim, a que registou a taxa de ocupação mais elevada (94,3%), enquanto Vilamoura/Quarteira/Quinta do Lago registou a mais baixa, com 77,9%.  

No que diz respeito à proveniência dos turistas, as maiores subidas registaram-se nos mercados britânico (+14,2%) e no holandês (+22,3%).

Em contrapartida, assinalam-se as descidas acentuadas dos mercados português (-5,6%) e espanhol (-14,1%). ·   

Por categorias, as maiores descidas registaram-se nos hotéis e aparthotéis de 2* (‑3,9%) e nos de 4* (-2,2%). Nenhuma categoria registou subidas nas taxas de ocupação.

Os aldeamentos e apartamentos turísticos e os hotéis de 3* registaram as ocupações mais elevadas (95,4%).

Com tudo isto, o volume de negócios total teve uma descida de 3,6%, enquanto as receitas do alojamento baixaram 6%.

 

 

Comentários

pub
pub