A alegria da música chega às ruas de São Brás de Alportel

A Câmara de São Brás de Alportel lança o desafio «descubra… por onde andará a música», no próximo dia 1 […]

A Câmara de São Brás de Alportel lança o desafio «descubra… por onde andará a música», no próximo dia 1 de outubro. É que a surpresa vai marcar o Dia Mundial da Música, quando residentes e visitantes se encontrarem com alegres melodias em todo o município.

Instituído desde 1975 pelo Conselho Internacional de Música, esta data pretende promover a paz e a amizade entre os povos através da linguagem universal que é a música. Em São Brás de Alportel, o Dia Mundial da Música integra um conjunto de iniciativas e eventos que pretendem levar a música para a rua e mostrar a diversidade de sons e emoções expressas em pequenas notas musicais.

Este ano, as celebrações desta data contam com a participação de um grupo de pessoas, composto por uma centena de músicos e bailarinos são-brasenses, que vão dar a conhecer vários instrumentos como clarinetes, guitarras, flautas, acordeões, adubes, bombos, ferrinhos, pandeiretas, reco-recos, bem como vários estilos de canto, desde a música coral à tradicional.

No sábado, os primeiros raios de sol serão acompanhados por interpretações de música, canto e dança deste grupo, que terão lugar junto ao Mercado Municipal, Parque Roberto Nobre, Praça de Táxis, Jardim Carrera Viegas e nas zonas comerciais de São Brás de Alportel. Ao longo do dia, as surpresas prosseguem em várias localizações do município para que a música se viva e se sinta sem aviso prévio.

A música está na rua, mas também chegará à Biblioteca Municipal, que promove «Uma Festa de Sopros», organizada pela Câmara Municipal e pela Banda Filarmónica de São Brás de Alportel. Com início às 16h00, esta festa marca encontro com jovens de todas as idades para dar a conhecer e experimentar vários instrumentos musicais como o saxofone, o trompete, a flauta e o trombone.

A Orquestra de Jazz do Algarve – Redux encerra o Dia Mundial da Música, no Cine-Teatro São Brás, às 21h30, com um espetáculo recheado de temas do cancioneiro americano ou temas mais jazzísticos e enraizados, sobretudo em linguagens be-bop ou hard-bop (anos 40 a 60), sem esquecer as fusões latinas como a bossa-nova.

Organizado pela Associação Cultural Sambrasense, com o apoio da Câmara Municipal de São Brás de Alportel e do Instituto Português da Juventude, este concerto leva a palco entre 6 a 8 músicos com instrumentos de sopro, contrabaixo, bateria, piano ou guitarra, e voz (masculina ou feminina) para interpretações inesquecíveis.

Ao longo do mês de outubro, a música continua a marcar presença em São Brás de Alportel, estando prevista, para o dia 5, feriado em que se assinala o Dia da República, o Concerto de Bandas Filarmónicas, no Cine-Teatro São Brás, às 17h00. Esta iniciativa, promivida pelo Inatel em parceria com a Câmara Municipal local, revela as melodias de três diferentes bandas: Banda da Associação Cultural e Recreativa Escola de Música Sambrasense (Banda Filarmónica de São Brás de Alportel), Banda da Sociedade Filarmónica Artistas de Minerva e Banda da Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1º de Maio.

As comemorações do Dia Mundial da Música culminam no dia 15, às 21h30, no Cine-Teatro São Brás ao som da música tradicional portuguesa com o espetáculo «Fado Maior», que apresenta Afonso Dias e Ana Marques nas vozes principais.

«Nos instrumentos de cordas estarão Vítor do Carmo (guitarra portuguesa), José Santana (viola de fado) e Tó Correia (contrabaixo) para prestar homenagem ao representante maior da cultura urbana portuguesa: o fado», explicou a Câmara de São Brás em nota de imprensa. O espetáculo inclui a interpretação de fados tradicionais dos grandes nomes da música portuguesa, mas também de poetas, como Camões, Eugénio de Andrade, O’Neill, Natália Correia, Florbela Espanca, António Gedeão e David Mourão-Ferreira.

Comentários

pub