Festas do Pescador regressam a Albufeira de 2 a 4 de setembro

Como manda a tradição, Albufeira dedica o primeiro fim de semana de setembro às Festas do Pescador, que traduzem o […]

Como manda a tradição, Albufeira dedica o primeiro fim de semana de setembro às Festas do Pescador, que traduzem o espírito de uma terra, outrora vila piscatória.

 Há 14 anos que a população se junta nesta data para conviver em redor de uma mesa farta de iguarias típicas da região e sonoridades portuguesas. Este ano não será exceção, e o evento regressa à Praça dos Pescadores, de 2 a 4 de setembro, com 28 associações locais a apresentarem os mais variados petiscos e doçaria.

As Festas do Pescador estão de regresso à cidade com as habituais tasquinhas de comes e bebes e muita animação musical. Durante três dias, de 2 a 4 de setembro, os visitantes podem apreciar pratos típicos algarvios ligados ao mar, desde os carapaus alimados ao marisco, sem esquecer os choquinhos com tinta ou o xerém com conquilhas. Para sobremesa será possível degustar doces como os dom-rodrigos, os bolos de alfarroba ou amêndoa, e os Farrobitos® de Albufeira.

A partir das 18h00, a Praça dos Pescadores serve de cenário à 14.ª edição do evento, que não dispensa a atuação de artistas regionais. Na primeira noite, pelas 21h30, os acordeonistas Rodrigo Maurício, Francisco Saboia, Nelson e Fernando Amores vão exibir a sua arte, num serão inteiramente dedicado a este instrumento típico da região e que, recentemente, foi homenageado pelo Município com a abertura de uma Casa Museu, em Paderne.

No sábado, dia 3, o Folclore ganha expressão, com a atuação dos Ranchos Folclórico Infantil de Albufeira, Folclórico e Etnográfico do Pego (Abrantes), Folclórico Camponeses de S. Francisco (Alcochete) e Grupo Folclórico da Madalena (Vila Nova de Gaia).

A encerrar os festejos, no domingo, pelas 22h00, o ator e humorista Marco Horácio veste a pele da personagem Rouxinol Faduncho para interpretar algumas figuras caraterísticas da sociedade portuguesa, ligadas ao mundo do fado bairrista.

Comentários

pub
pub