António Costa: A «prioridade, agora, é reconstruir» o que o fogo de Monchique destruiu

O primeiro-ministro considerou que não ter havido perdas humanas foi «absolutamente extraordinário»

O primeiro-ministro chegou há momentos a Monchique para se reunir com os presidentes das Câmaras de Monchique, Silves e Portimão, os territórios afetados pelo incêndio que lavrou durante uma semana e foi hoje dominado.

António Costa vai fazer «um ponto da situação e ver qual a resposta que tem de ser dada», garantindo que «a prioridade, agora, é reconstruir».

Antes de entrar para a reunião, o primeiro-ministro falou com os jornalistas e defendeu a atuação da Proteção Civil e das forças de segurança, nomeadamente no que toca à evacuação das localidades.

«A prioridade das prioridades é a salvaguarda da vida humana. Termos garantido que não houve perda de vidas é absolutamente extraordinário», considerou.

Quanto ao que poderá ter corrido mal, António Costa disse que tudo será averiguado e que é «normal» haver inquéritos e avaliações a «ocorrências desta dimensão».

 

 

Comentários

pub
pub