pub
Imprimir

Tavira assume coordenação nacional do movimento “CittaSlow”

O Município de Tavira assumiu a coordenação nacional do movimento internacional “CittaSlow”, após uma reunião do Comité Presidencial da associação que teve lugar, em Lisboa.

Neste encontro marcaram presença Stefano Pisani (Pollica – Itália), presidente da associação, os vice-presidentes Arnoud Rodenburg (Midden-Delfland – Holanda), Artur Wrochna (Olsztynek – Polónia), Joan Loureiro Vall (Begur- Espanha) e o secretário geral Pier Giorgio Oliveti (Orvieto – Itália).

Também participou o comité nacional, composto por Jorge Botelho (Tavira), Marlene Guerreiro (São Brás de Alportel) e o comité espanhol, representando por Albert Costa Marcé (Espanha).

O Cittaslow surgiu, em Itália, em 1999, através de Paolo Saturnini e tem como fundamento base a preservação da tradição, tranquilidade e qualidade gastronómica nas pequenas cidades.

Alimentação saudável, comer com tempo, de preferência num restaurante tradicional. Conversar e conviver com os amigos. Praticar exercício físico, andar a pé, admirar e proteger o ambiente. Respeitar a cultura e os costumes, ou seja, ter uma vida calma com base em princípios de qualidade, num mundo cada vez mais veloz e exigente. Estes são os pressupostos fundamentais desta filosofia de vida.

O movimento (cujo ícone é um caracol) visa manter as características que fazem das cidades lugares atrativos a quem busca a calma, bem como o acolhimento e a comida de elevada qualidade.

Este movimento funciona, em cada país, através da criação de uma rede nacional atenta às características e especificidades de cada território. Em Portugal, integram a rede os Municípios de Tavira, Lagos, São Brás, Silves, Viana do Castelo e Vizela.

Comentários

pub