pub
Imprimir

Lagos: Homem suspeito de agredir e ameaçar a mulher de morte fica em prisão preventiva

Créditos: Depositphotos

Um homem de 58 anos, suspeito de agredir e ameaçar de morte a sua mulher, em Lagos, vai ficar em prisão preventiva. 

Na passada terça-feira, 15 de Maio, este homem foi detido pela Polícia de Segurança de Pública (PSP), suspeito da prática de um crime de violência doméstica e de um crime de detenção de arma proibida.

O arguido e a vítima namoraram durante 15 anos e casaram-se em 2015.

Já em 2016, a mulher manifestou intenção de se divorciar e, desde aí, este homem terá, por várias vezes, «injuriado, agredido, ameaçado de morte e perseguido a ofendida», tanto no local de trabalho, como na sua casa.

Ao detido foram apreendidas uma granada, três detonadores explosivos, 46 cartuchos de caça calibre 12, quatro munições 7,62mm, duas munições calibre 6,35mm, uma munição calibre 0,22mm e um spray gás pimenta.

O homem está agora em prisão preventiva até se reunirem as condições para ficar sujeito a «obrigação de permanência na habitação», com recurso a meios de controlo à distância. O detido também está proibido de contactar a vítima e de deter ou adquirir armas de fogo.

O inquérito é dirigido pelo Ministério Público da secção de Lagos do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Faro, com o auxílio da Polícia de Segurança Pública.

 

(Atualizada às 18h04 com mais informações sobre as apreensões).

 

Comentários

pub