Lagos vai ter um festival de caminhadas bem “doce” e repleto de cultura

Um novo festival de caminhadas vai nascer em Lagos, em Novembro. A mata do Barão de São João será o […]

Um novo festival de caminhadas vai nascer em Lagos, em Novembro. A mata do Barão de São João será o local central do evento que a associação Almargem já começou a organizar, onde, além de passeios e do contacto com a natureza, se vai dar espaço à doçaria, ao artesanato e a artistas locais.

O Sul Informação falou com Anabela Santos, da Almargem, que apontou os primeiros dias de Novembro como a data provável para o festival. «Em princípio, decorrerá entre os dias 1 e 4 de Novembro. Ainda iremos confirmar, mas, à partida, será mesmo nesses dias», disse.

«A base será a mata do Barão de São João, mas não nos focaremos apenas nesta área. A ideia é espalhar atividades um pouco por toda a freguesia», segundo Anabela Santos.

Neste momento, a preparação do festival ainda está numa fase muito preliminar. Mas aquela que será a sua filosofia está já bem definida, na mente dos seus organizadores.

«Não vamos ter só caminhadas. Também teremos workshops e vamos tentar ligar o festival à doçaria local. Também há muitos artesãos e artistas na zona, nomeadamente o Deodato Santos, que tem esculturas espalhadas pela mata. Vamos tentar ir buscar essas pessoas para fazer passeios temáticos, iniciativas culturais e oficinas ligadas ao artesanato e à gastronomia», contou Anabela Santos.

Quantos aos percursos em si, a Via Algarviana desempenhará um papel importante, tendo em conta que «é um recurso que já lá existe» e foi criado no âmbito de um projeto coordenado pela Almargem, entidade que continua a gerir a via pedonal e ciclável que atravessa o interior do Algarve.

Anabela Santos

«Temos já pensada uma pequena rota que passa pela Via Algarviana. Vai dar para jogar com muita coisa», disse Anabela Santos, em declarações ao Sul Informação.

Este festival é um dos que constitui a Algarve Walking Season (AWS), um projeto lançado este ano para promover a região enquanto destino turístico para caminhadas. Esta iniciativa teve o seu início oficial no passado fim-de-semana, no Festival de Caminhadas de Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana, que compõe esta temporada de festivais em conjunto com o seus congéneres do Ameixial e de Lagos.

De resto, ilustrou Anabela Santos, o aparecimento de um novo festival está ligado ao lançamento da Algarve Walking Season. «Já existiam dois festivais, um no Sotavento e o outro no Algarve Central, e a ideia era criar um no Barlavento Algarvio, que ainda não existia. Com a criação deste calendário, houve a oportunidade de lançar este novo evento. Sem a AWS, provavelmente não aconteceria, pelo menos para já, a criação de um novo festival nesta zona da região».

Com a criação desta temporada de caminhadas foi estruturada a oferta de festivais, espalhando-os por diferentes estações do ano. Apesar deste ano o festival de Alcoutim ter acontecido já na Primavera, para o ano deverá acontecer no Inverno – este ano esteve marcado para o início de Março, mas acabou por ser adiado devido às intempéries que assolaram a região.

Entre os dias 27 e 29 de Abril vai decorrer o Walking Festival Ameixial, nesta aldeia do concelho de Loulé, a iniciativa de Primavera. O festival de Lagos acontecerá sempre no Outono.

Comentários

pub
pub