“Video Lucem” leva comédia em dose dupla à Igreja Matriz de Ferragudo

A comédia vai invadir a Igreja Matriz de Ferragudo, em Lagoa, já amanhã, 8 de Março. O novo cine-concerto do […]

A comédia vai invadir a Igreja Matriz de Ferragudo, em Lagoa, já amanhã, 8 de Março. O novo cine-concerto do “Video Lucem” promete arrancar gargalhadas a todos, com as peripécias da curta-metragem “Ring Up the Curtain”, de Harold Lloyd, musicada pelo acordeão de João Frade, e o filme “Sherlock Jr”, de Buster Keaton e que terá Noiserv na parte musical.

Esta escolha de filmes não é inocente. Toda a programação da segunda edição do “Video Lucem” é feita de cinema mudo e, como tal, «nunca poderíamos deixar o seu registo de comédia», como explicou, ao Sul Informação, Sérgio Marques, o programador da iniciativa.

Assim nasceu esta sessão, que vai exibir filmes de dois dos «principais nomes» da comédia no cinema mudo: Buster Keaton e Harold Lloyd, este último um pouco menos conhecido. Charles Chaplin é o outro nome incontornável e também já teve uma sessão que lhe foi dedicada: a primeira, na Igreja de São Francisco, em Faro.

Um «desafio». É assim que Noiserv, em declarações ao nosso jornal, encara este cine-concerto para o qual vai levar o seu «universo musical», composto por vários instrumentos. No acompanhamento de “Sherlock Jr”, haverá, portanto, sons de guitarras, teclados e até metalofones.

Noiserv já viu o filme, considerando que «é um desafio tentar não empobrecer» uma película «tão engraçada». «O filme é que me guia. Há algumas linhas pensadas, mas tenho de estar a ver o filme, enquanto estou a fazer a música, para que sejam as imagens a mandar», referiu.

Noiserv

Esta não será a primeira vez que Noiserv vai musicar filmes mudos.

«Tentei com a estética de algumas das canções reforçar a emoção que está a decorrer naquele momento. Consegui, no meu entender, uma ligação forte entre a música e as imagens», acrescentou.

Esta sessão decorre no Dia Internacional da Mulher e, também por isso, o músico espera que «haja muitas mulheres» a assistir ao cine-concerto.

Quanto à escolha da Igreja Matriz de Ferragudo, Sérgio Marques revelou que foi sugestão da Pastoral da Cultura da Diocese do Algarve. Até porque a ideia é que o programa chegue também «aos sítios com menos população», explicou.

Se quiser assistir às peripécias de Harold Lloyd a montar uma peça de teatro ou Buster Keaton, que é projecionista de cinema, mas sonha ser detetive, tem de estar, às 21h30, nesta sala especial de cinema… que é uma igreja.

A entrada é livre, como sempre acontece no “Video Lucem”, programa que tem o apoio do “365Algarve” e é organizado pelo Cineclube de Faro.

Comentários

pub
pub