pub
Imprimir

Exposição “Ar” vai ter um «ponto de viragem» no Museu Municipal de Faro

Exposição “Ar”

A exposição de desenho “Ar”, que está patente no Museu Municipal de Faro até 8 de Abril, vai sofrer um «ponto de viragem», no dia 18 de Março, às 14h30.

Thierry Simões, um dos artistas que participa na mostra, juntamente com Isabel Baraona e Tiago Batista, irá desenvolver, ao vivo, a “dobradura” da sua obra. Segundo a Câmara de Faro, esta será «uma performance intimista que marcará o princípio do fim da sua existência: depois de “amortalhada”, a sua obra ficará como que em “câmara ardente”».

O Município de Faro, através do Museu Municipal, «continua assim a sua aposta estratégica na diversificação da oferta cultural no concelho, com a participação de um renomado artista como Thierry Simões (Maisons-Laffitte, 1968), que conta no seu currículo com várias participações em exposições e projetos de desenho, individuais e coletivos, em Portugal e no estrangeiro», diz a autarquia.

Segundo a Câmara, «com esta performance ao vivo no Museu Municipal de Faro teremos mais um momento de promoção da aproximação da cultura e da arte à população residente e a quem nos visita, contribuindo desta forma para a formação de uma massa critica que consolide o papel da cultura enquanto elemento único da sociedade farense e algarvia».

A exposição “Ar” prossegue o ciclo de arte contemporânea “Um Certo Ponto de Vista”, um projeto “Artadentro” apresentado no âmbito do 365Algarve.

Comentários

pub