pub
Imprimir

São Brás alarga rede de ecopontos subterrâneos

A rede de ecopontos subterrâneos de São Brás de Alportel vai ser alargada, após a conclusão de uma obra em curso. 

A obra prevê a instalação de oito ecopontos para deposição seletiva e
seis oleões.

Este é «um investimento muito significativo para o município, superior a 131 mil euros, que contou com financiamento comunitário mediante uma candidatura aprovada ao Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR)», diz a Câmara de São Brás.

Segundo a autarquia, este «tipo de equipamentos permite uma maior capacidade de armazenamento de resíduos recicláveis, adotando um sistema mais higiénico, com menor libertação de odores e maior qualidade de vida para a população».

«Cada novo ecoponto tem capacidade para armazenar 13000 litros de resíduos recicláveis (5000 litros para papel, 5000 litros para plástico e 3000 litros para vidro). Cada oleão tem capacidade para 120 litros», explica.

Os ecopontos de superfície, entretanto substituídos serão instalados em outras partes do concelho, aumentando assim «a capacidade e comodidade para a deposição seletiva de resíduos, um gesto da maior importância para a defesa do meio ambiente».

O Município de São Brás de Alportel promove desta forma as condições para o aumento da adesão da população à deposição seletiva de resíduos, de modo a contribuir para a redução de resíduos encaminhados para aterro, ampliando a sua valorização e redução, claros contributos para o alcance das metas de reciclagem estipuladas no PERSU (Plano Estratégico para os Resíduos Urbanos) 2020.

A recolha seletiva porta a porta no domicílio, que o município está a disponibilizar aos residentes no Centro Histórico de São Brás de Alportel, «é outro exemplo de ações desta estratégia».

Comentários

pub