pub
Imprimir

Portimonense sofre maior derrota da época frente ao Porto

O Portimonense foi goleado por 5-1 frente ao FC Porto, em jogo da 24ª jornada da I Liga, disputado hoje, 25 de Fevereiro. A equipa azul e branca dominou a partida, com Marega e Soares em destaque, e não deu qualquer hipótese aos algarvios que sofreram a derrota mais pesada da época. 

Um início fulgurante, com um ritmo alto e ambas as equipas a lutarem para chegar logo ao golo. Assim começou a partida: Portimonense e FC Porto mostraram que não estavam em campo só para ver jogar.

A primeira grande oportunidade pertenceu aos algarvios. Após um livre, aos 9 minutos, a bola sobrou para Fabrício que, sem Casillas na baliza, mas com muitos jogadores pela frente, rematou com selo de golo, só que Felipe conseguiu fazer o corte.

Ao minuto 10, porém, o FC Porto adiantou-se no marcador. No início da jogada, o Portimonense ficou a reclamar falta sobre Fabrício, mas Jorge Sousa deixou jogar. Na sequência do lance, Soares apareceu desmarcado pela direita e cruzou para Marega que fez o que melhor sabe: marcar.

Daí até ao 0-2, foi um passo. Ou melhor, 6 minutos. Marega apareceu sozinho na área e cruzou para o meio onde Otávio, solto de marcação, rematou para o golo. Melhor entrada em jogo para os dragões era quase impossível.

Com uma vantagem segura, o Porto tiro um pouco o pé do acelerador e o Portimonense equilibrou a partida. Nakajima teve uma chance, aos 21 minutos, mas com Casillas só pela frente rematou às malhas laterais.

Os comandados de Vítor Oliveira iam tentando chegar ao golo, mas os remates tinham sempre o mesmo fim: as mãos de Casillas. E a verdade é que acabaria por ser o Porto a voltar a marcar e pelo suspeito do costume. Moussa Marega, pois claro.

Desta vez foi Maxi Pereira na assistência, com o internacional pelo Mali a rematar à meia volta, dentro da área, sem hipóteses para Ricardo Ferreira. Estavam decorridos 44 minutos de jogo e o Porto ia para o intervalo com uma vantagem segura de 0-3.

Para a segunda parte, Vítor Oliveira fez entrar Wellington e tirou Dener, na tentativa de chegar ao golo, mas a alteração tática pouco se fez notar.

O jogo, no geral, baixou de qualidade mas o FC Porto conseguiu chegar (de novo) ao golo e por intermédio de Soares. Diogo Dalot, o jovem lateral portista de 18 anos, cruzou para área e o avançado brasileiro cabeceou para o 0-4, quando estavam jogados 49 minutos.

Dalot esteve outra vez em destaque no lance do 0-5, fazendo a segunda assistência para golo. Brahimi foi o autor do golo e a bola, antes de entrar, ainda tocou no poste.

Se na primeira parte, o Portimonense ainda conseguiu mostrar a sua qualidade, na segunda os algarvios praticamente não ameaçaram Casillas… O primeiro lance de golo, no segundo tempo, apenas surgiu aos 72 minutos e por Fabrício, que rematou ao lado da baliza.

Já no último minuto do tempo de descontos, o Portimonense ainda fez o tento de honra. Tabata cruzou e Lucas marcou de cabeça, mantendo a tendência da equipa algarvia em marcar em quase todos os jogos.

O Portimonense tem agora 27 pontos conquistados e ocupa a 10ª posição da tabela. Na próxima jornada, os algarvios jogam frente ao Aves, fora de portas.

 

 

Fotos: Nelson Inácio | Sul Informação

 

Comentários

pub