pub
Imprimir

Portimonense bate o Marítimo e garante a primeira vitória fora de casa no campeonato

O Portimonense conseguiu a primeira vitória na I Liga fora do seu estádio e logo por números expressivos. Os algarvios foram à Madeira vencer o Marítimo por 3-0, num jogo em que Fabrício voltou a ser decisivo, ao bisar e dar um terceiro golo a marcar.

Nos primeiros dez minutos, o Marítimo assumiu o comando do jogo e “prendeu” o Portimonense no seu meio-campo. Mas foram os algarvios a marcar, aos 12 minutos, numa jogada rápida, em que Ewerton serviu Fabrício, para este rematar com frieza para o fundo da baliza de Charles.

O segundo golo dos visitantes não demorou muito a surgir, e novamente por Fabrício. Nakajima serviu o brasileiro que, frente ao guarda-redes maritimista, voltou a demonstrar sangue frio e marcar, estavam decorridos 19 minutos.

E diz o povo (e o Portimonense parece fazer questão de o mostrar em campo), não há duas sem três. Aos 29 minutos, Tabata recebeu um passe de Fabrício – que desta vez vestiu a “pele” de municiador -, deixou para trás um defesa do Marítimo e bateu pela terceira vez Charles Marcelo.

Neste melhor período, o Marítimo parecia perdido no jogo, mas ainda se encontrou antes do final da primeira parte, já depois do treinador maritimista Daniel Ramos ter promovido duas substituições. Antes do árbitro apitar para o intervalo, a equipa da casa lançou-se para o ataque e causou alguns calafrios aos algarvios, ainda que resultados práticos.

A segunda parte começou como tinha acabado a primeira: com o Marítimo a carregar em cima do Portimonense. A vontade da equipa da casa em mudar o rumo dos acontecimentos era muita, mas o discernimento nem por isso.

Os madeirenses atacavam mais, por vezes com muito perigo, mas o Portimonense não deixava de assustar, em contra-ataques rápidos. Ainda assim, até final, o resultado não se alterou.

Esta é a segunda vitória consecutiva do Portimonense e logo contra duas equipas que estão na luta pelos lugares europeus, o Marítimo e o Rio Ave. Isto permitiu aos algarvios subir ao 10º lugar da I Liga, com 24 pontos, quando estão jogadas 21 jornadas do campeonato.

No dia 10, os algarvios têm novo teste que se adivinha bem difícil, a receção ao Benfica.

Comentários

pub