pub
Imprimir

E que tal dar um passeio de sidecar e depois mergulhar do céu em paraquedas?

Já pensou em fazer um passeio de moto com sidecar e depois dar um salto tandem em queda livre? Esta é a experiência mais radical para o Verão algarvio de 2017, novidade lançada pela Bike my Side, que promove passeios em sidecar no Algarve e que agora se abalança para experiências ainda mais originais.

A aventura começa em terra firme, num passeio de moto com sidecar pela cidade de Portimão, e ainda Praia da Rocha, Alvor e arredores, com tantos segredos e belezas naturais para descobrir.

Depois, é hora de sentir a adrenalina ao máximo: conectados de forma muito segura a um «instrutor altamente qualificado», os mais aventureiros poderão experimentar as emoções da queda livre.

Tudo começa com um curto passeio de avião, com vistas para a costa algarvia, antes de dar o emocionante salto de 5000 metros de altitude. O instrutor abrirá o paraquedas em tandem depois de 65 segundos de queda livre, trazendo o/a aventureiro/aventureira em segurança de volta à terra.

Esta descarga de pura adrenalina, que permitirá descobrir vistas únicas da terra e do céu, denominada «Land & Sky Experience», custa 210 euros.

Mas nem todas as ofertas da Bike my Side são assim tão radicais. Aliás, basta recordar as histórias que conta Delfim Martins, guia e CEO da empresa que tem a sua sede algarvia em Portimão, de onde irradiam os passeios.

Uma delas é a do casal de septuagenários norte-americanos do Hawai, que, em 2015, chegou a Portimão a bordo de um navio de cruzeiros, fez um passeio de moto com sidecar, pela zona de Portimão, Ferragudo, Alvor e Praia da Rocha. Agora, em 2017, já com 81 anos de idade e de bengala, o casal voltou a Portimão num cruzeiro de volta ao mundo e quis repetir a experiência, que «os fazia sentir capazes de tudo».

«É incrível como os nossos passeios têm uma aceitação excelente junto de pessoas das mais diversas idades, géneros e condições físicas. Também temos transportado no sidecar pessoas com mobilidade condicionada que relatam que se sentem seguras, confortáveis e livres».

Mas há mais histórias que o jovem arquiteto Delfim Martins, que guia a moto Ural com sidecar, recorda com um sorriso rasgado na cara. «Outra história inesquecível foi o pedido de casamento surpresa no passeio “As Mais Belas Praias”, com o noivo a declarar-se e a fazer o pedido na arriba da Praia da Marinha».

«As histórias são inúmeras e é reconfortante sentir que proporcionamos a experiência de uma vida. Um passeio de sidecar faz mesmo parte da bucket list de muitas pessoas!», acrescenta.

Desde um passeio ao pôr do sol, por Portimão, Ferragudo, Alvor e Praia da Rocha (70 euros), até ao percurso por Lagos e Sagres, denominado «Histórias do Oeste/West Side Story» (200 euros), há muitas propostas diferentes para conhecer o Barlavento Algarvio confortavelmente instalado na moto guiada pelo Delfim e no sidecar.

A maior parte dos clientes da Bike My Side no Algarve são estrangeiros. Delfim conta que são muitos americanos, canadianos, mas também holandeses e ingleses, a sua maioria acima dos 50 anos de idade. Para que os portugueses descubram esta forma diferente de fazer turismo, no mês passado, por ocasião do 10 de Junho, a empresa até ofereceu passeios a preços mais baixos, destinados em especial ao mercado nacional.

Além do passeio em si, com visita a alguns dos locais mais bonitos da região, falando sobre a riqueza geológica, natural e patrimonial, os percursos da Bike my Side podem também incluir provas de vinhos ou degustações de gastronomia regional ou de conservas. «Mesmo para quem já conhece os sítios – ou pensa que conhece – a experiência de andar de mota e de sidecar é muito diferente: todas as sensações são diferentes, desde o ângulo em que se vê as coisas, até ao vento a bater na cara, aos cheiros», garante o guia. O Sul Informação teve ocasião de experimentar e garante que, de facto, é bem diferente esta forma de conhecer o Algarve.

Delfim Martins é arquiteto e esta sua experiência na Bike my Side começou nos anos da crise da Troika, quando ficou sem emprego. «Agora já se nota alguma retoma e o gabinete em que trabalho tem tido muita procura para novos projetos», revela. Mas mesmo assim, há sempre tempo para dedicar uma manhã ou uma tarde aos passeios com turistas. Até porque Delfim gosta desta interação com os seus clientes: «vamos lado a lado, por isso vamos sempre a falar».

Montado na negra mota russa Ural, de 750 centímetros cúbicos, com o sidecar acoplado, Delfim fez, no ano passado, cerca de meia centena de viagens, mas este ano as coisas parecem bem encaminhadas para chegar às 70 a 75, como é seu objetivo.

 

Este ano, outra das novidades da Bike my Side no Algarve, para assinalar os seus cinco anos, é o relançamento do seu website implementado pela Crochet, uma empresa de Design & Comunicação, que procurou seguir as melhores práticas de marcação HTML, em termos de sintaxe e semântica. Foi colocado um foco na usabilidade e acessibilidade da plataforma para que todos os utilizadores, sem exceção, possam aceder com o mínimo de restrições possível. Este trabalho continua em curso, procurando reduzir ao máximo quaisquer dificuldades na navegação do site.

De acordo com o Turismo de Portugal, o  Turismo Inclusivo ou Turismo sem Barreiras é definido como “a fruição da atividade turística que é acessível a todas as pessoas, com deficiência ou não, e que inclui todos aqueles que possam apresentar temporariamente ou permanentemente limitações de mobilidade, de audição, de visão, cognitivas e psicossociais, de forma independente e com equidade e dignidade”.

Portugal pretende ser reconhecido como um destino turístico acessível para todos e a experiência da Bike my Side enquadra-se na categoria de produto turístico inclusivo, abrangência essa agora também reforçada com o seu website, que ostenta o logótipo W3C, reconhecendo a sua acessibilidade e usabilidade para todos.

A Bike my Side proporciona passeios de sidecar em Lisboa e no Algarve, sendo a única empresa com este tipo de experiência no Barlavento algarvio. Os fatores de diferenciação destes passeios privados são o meio de transporte utilizado – uma mota sidecar Ural cuja história remonta aos anos 40 do Século XX, só por si, motivo de interesse – e a personalização e a originalidade das tours, juntando elementos de contacto com a Natureza, a História, a Gastronomia, o Sol e a Praia, focando sempre nas características mais marcantes da região.

A Bike my Side proporciona, no Algarve, sete opções de roteiros temáticos de forma a diversificar a experiência em termos de interesse, preço e duração da viagem. Em Lisboa, são disponibilizados cinco passeios, sendo possível a opção de sidecar, vespa ou jipe – mais uma das novidades para 2017.

Mais informações sobre a Bike my Side em www.bikemyside.com. No Facebook em /SidecarTours.Bikemyside e no Twitter /Bikemyside. #bikemyside

 

Roteiros propostos pela Bike my Side no Algarve:

Sunset Tour – Portimão | Ferragudo | Alvor | Praia da Rocha – 70 euros
Vistas de Postal – Portimão | Ferragudo | Alvor | Praia da Rocha – 100 euros
Sabores no Caminho – Portimão | Praia da Rocha | Adega | Alvor – 100 euros
As Mais Belas Praias – 120 euros
O Rei e a Serra – Sítio das Fontes | Silves, Caldas | Monchique | Foia – 150 euros
Histórias do Oeste – Lagos | Sagres – 200 euros
Land & Sky Experience – Costa Algarvia por terra e céu  – 210 euros

 

Comentários

pub
pub

Em foco

pub
Logo Lugar ao Sul
pub
pub