pub
Imprimir

Câmara de São Brás termina ano de 2016 com saldo positivo de 1,5 milhões de euros

A Câmara de São Brás de Alportel voltou a acabar o ano com saldo positivo, desta vez de cerca de 1,5 milhões de euros. Esta verba, relativa ao exercício de 2016, vai transitar para Orçamento Municipal de 2017.

As contas da autarquia são-brasense do ano passado já foram votadas e aprovadas tanto em Reunião de Câmara como na Assembleia Municipal, em ambos os casos por maioria.

Segundo o executivo camarário de São Brás de Alportel, este saldo de gerência «muito positivo» é fruto de «uma gestão financeira equilibrada e rigorosa, que é exemplar no país».

Por outro lado, garantem, o facto de ter “sobrado” tanto dinheiro, na execução orçamental de 2016, não impediu a Câmara de fazer «um conjunto de investimentos preponderantes para o concelho, procurando responder às reais necessidades da comunidade local, mediante uma forte aposta na valorização do património histórico e cultural e promovendo o crescimento socioeconómico do município».

A autarquia destaca os apoios sociais que deu às famílias, através de programas como “Vale + Família” e Vale “+ Natalidade”, exemplos daquilo que aponta como uma forte aposta na ação social.

Também foram colocadas em marcha diversas empreitadas «que aguardavam a disponibilidade do novo Quadro Comunitário de Apoio». «O arranque da reabilitação do Largo de São Sebastião e das obras de reabilitação no centro histórico e criação do Espaço Memória, bem como o avançar das obras do novo Parque das Amendoeiras, projeto vencedor do Orçamento Participativo para 2016, e a conclusão da reabilitação da Entrada Nascente, são disso exemplo», segundo a Câmara de São Brás de Alportel.

«A concretização de trabalhos de pavimentação de caminhos por todo o concelho, a aposta na prevenção de fogos florestais, com maior incidência na abertura de caminhos e na limpeza florestal, a aquisição de novos equipamentos para a equipa da Proteção Civil e o reforço de apoio à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários, foram algumas das ações mais relevantes neste ano de 2016», acrescentou a autarquia.

O saldo de operações orçamentais positivo de 1.522.842 euros no final do exercício de 2016 vem no seguimento de vários anos em que a autarquia são-brasense terminou com as contas no verde. Ainda assim, o valor do ano passado é substancialmente superior ao de 2015, em que o saldo final foi de 900 mil euros.

Comentários

pub
pub

Em foco

pub
Logo Lugar ao Sul
pub
pub