pub
Imprimir

Portimão promete «quatro grandes momentos» esta sexta-feira

 

Portimão vai ter desporto, teatro e história, esta sexta-feira, em «quatro grandes momentos», que começam com os treinos livres do Campeonato do Mundo da Motonáutica, a partir das 14h00.

O segundo momento do dia será a conferência “Bíblia, História e Filosofia”, por Frederico Lourenço, no Museu de Portimão, às 18h00, o terceiro acontece no Teatro Municipal de Portimão, às 21h30, com a apresentação da peça “Portugal Não é Um País Pequeno”, e, por fim, às 21h30, há nova conferência, desta vez na Casa Manuel Teixeira Gomes, sobre “Eleições Livres e Assembleia Constituinte”.

Sobre o Campeonato do Mundo de Motonáutica, a Câmara diz que este regressa a Portimão «com o aliciante de incluir dois espetáculos desportivos imperdíveis, uma vez que junta a modalidade da F4 ao “prato principal” da F1».

A prova, que arranca esta tarde, tem nove equipas participantes de seis países diferentes e 18 pilotos de 11 nacionalidades.

Frederico Lourenço

Terminados os treinos livres, a cidade de Portimão “propõe” escutar Frederico Lourenço, galardoado com o Prémio Pessoa 2016, na Conferencia “Bíblia, História e Filosofia”.

A conferência, organizada pelo Grupo de Filosofia da Escola Manuel Teixeira Gomes, proporcionará, segundo a autarquia portimonense, «a todos os interessados na Filosofia e no debate crítico de ideias uma excelente oportunidade para ouvirem e questionarem figuras de referência da Filosofia e Cultura nacionais».

Frederico Lourenço é ficcionista, ensaísta, poeta e tradutor e é atualmente professor na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Traduziu a Ilíada e a Odisseia de Homero e está de momento a trabalhar na tradução integral da Bíblia a partir dos textos originais em grego, de que foram já publicados dois volumes.

Portugal Não é um País Pequeno

À noite, às 21h30, o teatro vai subir ao palco do Grande Auditório do TEMPO com a peça “Portugal Não é Um País Pequeno” de André Amálio, um espetáculo de teatro documental «que reflete a ditadura e a presença portuguesa em África, em particular a vida dos antigos colonos portugueses através dos seus testemunhos reais», explica a Câmara dee Portimão.

À mesma hora, mas na Casa Manuel Teixeira Gomes, a comemoração dos 43 anos do 25 de Abril «merece que muitas histórias sejam contadas e recordadas», no Ciclo de Conferências “Histórias com História”. Este mês, com o tema “Eleições Livres e Assembleia Constituinte”, são convidados o deputado João Soares e o jornalista Horácio Vale César que «vão contar episódios essenciais para o conhecimento histórico do 25 de Abril de 1975», quando o país foi a votos nas primeiras eleições livres.

Estas iniciativas fazem parte das comemorações dos 43 anos da Revolução em Portimão, com o mote “Abril Cores Mil”. O programa pode ser consultado aqui.

Comentários

pub