pub
Imprimir

MP acusa doze pessoas de tráfico de droga em Monchique, Portimão e Quarteira

Doze pessoas, com idades entre os 17 e os 69 anos, foram acusadas de tráfico de droga pelo Ministério Público de Faro e irão enfrentar julgamento por tribunal coletivo. 

Os arguidos, suspeitos de vender estupefacientes em Portimão, Monchique e Quarteira, teriam como base de operações o Bairro da Cruz da Parteira, na cidade portimonense, «onde quase todos residem e onde guardariam o estupefaciente», revela o MP em comunicado.

No mesmo processo, foi ainda acusado um décimo terceiro arguido por detenção de estupefacientes para consumo.

De acordo com a acusação, «entre 2014 e setembro de 2016, alguns dos arguidos dedicaram-se à venda de estupefacientes, designadamente heroína, cocaína, haxixe e “MDMA” (“ecstasy”)».

Segundo a acusação, «a venda era feita sobretudo em Portimão, mas também num bar em Monchique e na zona da Quarteira».

Um dos arguidos, que já havia cumprido pena de prisão por tráfico de droga, foi também acusado como reincidente.

Comentários

pub