pub
Imprimir

Jornadas do Arade vão falar das “controvérsias” na saúde e pescas

O rumo dos serviços de saúde no Barlavento Algarvio, na opinião de Carlos Martins, presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte e da médica Ester Coelho, ou a discussão sobre o rumo das pescas, também no Barlavento, pela voz de José Apolinário, secretário de Estado das Pescas, e Jorge Vairinhos, da direção da Barlapescas.

Estas são duas das “sessões de controvérsia” que se realizam, amanhã, dia 11 de Março, às 12h15 e 15h15, respetivamente, no âmbito das Jornadas do Arade, no Museu de Portimão.

Porque uma das apostas da Teia d’Impulsos, que organiza as Jornadas do Arade, passa pela formação, o programa inclui ainda dois cursos, já hoje, dia 10: um de introdução ao Movimento de Transição do Arade, das 18h00 às 21h00, no Espaço Raiz (Pedra Mourinha), com o objetivo de «contribuir para o encontro das soluções para um futuro resiliente e sustentável», e outro de introdução ao dirigismo associativo, das 17h00, às 23h00, no mesmo espaço.

Já no dia 11, uma conferência dedicada a um conceito fruto da última edição das jornadas – o Aradismo – dá início aos trabalhos no Museu de Portimão. Nuno Silva irá explicar quais são os desafios à implementação de uma solução concertada entre os municípios de Portimão, Lagoa, Silves e Monchique para o desenvolvimento e a afirmação da Bacia do Arade no contexto regional e nacional.

As cidades inteligentes serão o mote da segunda conferência do dia, às 11h30: Francisco Serra, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento (CCDR) do Algarve, partilhará a sua visão sobre um novo conceito de urbanismo, com os olhos postos no futuro e nas novas tecnologias.

O programa da tarde arrancará, às 14h00, e vai questionar a intervenção da Universidade no território e a sua interação com a população local, centrando-se no exemplo dos institutos superiores e polos universitários estabelecidos nos concelhos da Bacia do Arade.

Para tal, serão dados como exemplos o Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes (ISMAT), com Rui Loureiro, diretor desta instituição de ensino, a falar, ou do CRIA – Divisão de Empreendedorismo e Transferência de Tecnologia da Universidade do Algarve, com intervenção de Hugo Barros.

Às 16h30, será Rui Pedro Alves, CEO da RUPEAL, a revelar os segredos de como empreender com sucesso na área da tecnologia.

A última mesa-redonda do dia, marcada para as 16h30, dará a conhecer alguns projetos e iniciativas de sucesso que visam apresentar uma oferta turística sustentável e alternativa ao tradicional produto “sol e praia”, passando pelo turismo de natureza, de negócios, de desporto e pela gastronomia como potenciais focos de atração de turistas durante todo o ano.

O programa da noite de sábado começa às 20h00, com a apresentação da edição de 2017 da Rota do Petisco, na sala do descabeço do Museu de Portimão. A revelação das novidades da Rota 2017 será acompanhada por um cocktail oferecido pela Docapesca e com o apoio da Central de Cervejas e da Comissão Vitivinícola do Algarve.

Depois de reconfortado o estômago, as Jornadas continuarão com as ideias dos mais novos para a sua região, uma vez que estudantes do ensino secundário irão partilhar os seus pontos de vista, questões e sugestões, perante os representantes dos quatro municípios da Bacia do Arade. Este será, no entender da organização, «um momento de cidadania ativa e participativa».

Os trabalhos da manhã de domingo terão início às 9h00, com uma sessão de comunicações livres. Segue-se, às 10h00, uma mesa redonda sobre o renascer da Agricultura na Bacia do Arade, com, por exemplo, o testemunho de Sónia Brito, da SB Berry, empresa que se dedica à produção de frutos vermelhos.

José Amarelinho, presidente da Câmara Municipal de Aljezur, às 10h30, vai pronunciar-se, por sua vez, sobre a polémica da exploração do petróleo e gás natural no Algarve.

Às 12h15, a edição de 2017 destas jornadas chegará ao seu termo com uma conferência que visa inspirar ideias de cooperação intermunicipal, um dos grandes objetivos desta iniciativa: Maria Joaquina Matos, presidente da direção da Associação “Terras do Infante” e da Câmara de Lagos, partilhará a experiência desta organização no conserto de sinergias entre os municípios de Lagos, Vila do Bispo e Aljezur.

A entrada nas II Jornadas do Arade é livre, mas sujeita a inscrição, que pode ser feita aqui. As Jornadas do Arade são organizadas pela Associação Teia D’Impulsos, enquanto parte do seu projeto CAIC – Cidadania Ativa e Intervenção Cívica.

 

Programa completo:

8h30: Abertura do Secretariado

Entrega de Documentação aos participantes

 

9h00: Sessão de Abertura das Jornadas do Arade

Intervenção da Comissão Organizadora das Jornadas do Arade

Preletor: Nuno Vieira

Intervenção do presidente da Direção da Associação Teia D’Impulsos

Preletor: Luís Brito

Intervenção da presidente da Câmara Municipal de Portimão

            Preletor: Isilda Gomes

 

Conferência de Abertura das Jornadas do Arade 2017

    ARADISMO: Impulso ao desenvolvimento regional?

Moderador: José Gameiro (Diretor Científico do Museu de Portimão)

Preletor: Nuno Silva (Teia D’Impulsos) 

 

Lançamento do Projeto “ARADISMO”

Preletor: Nuno Vieira (Teia D’Impulsos)

Lançamento dos Grupos de Trabalho:

  1. Como trabalhar a marca “Arade”
  2. A promoção da saúde e do bem-estar na região
  3. Turismo: Como fazer uma oferta integrada para o território do Arade
  4. Promoção e divulgação da Paisagem Cultural do Arade


10h00: Mesa Redonda 1

Como rejuvenescer os Centros Urbanos das localidades da Bacia do Arade?

Moderadores: José Moura Bastos (Diretor Geral da Agência de Desenvolvimento do Barlavento) e Álvaro Bila (Presidente da Junta de Freguesia de Portimão)

A experiência de Portimão

Preletor: Pedro Xavier (Vereador da Câmara Municipal de Portimão)

A experiência de Lagoa

Preletor: Nelson Marques (Gabinete de Planeamento Estratégico da Câmara Municipal de Lagoa)

A experiência de Silves

Preletor: Representante da CM Silves

A experiência de Monchique

Preletor: Rui André (Presidente da Câmara Municipal de Monchique)

11h15: Pausa para Café

11h30: Conferência 2

Para quando Cidades Inteligentes?

Moderador: Luís António (Teia D’Impulsos) 

Preletor: Francisco Serra (presidente do Conselho Diretivo da CCDR Algarve)

12h15: Controvérsia 1

Que Caminhos para a Saúde do Barlavento Algarvio?  

Moderador: João Pedro Correia (Jornalista Agência Lusa) 

 Preletores:

– Carlos Martins (Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte) 

– Ester Coelho (Médica de Família do ACES Barlavento)

13h15: Almoço Volante

14h00: Mesa Redonda 2

A Intervenção da Universidade no Território e na Sociedade Civil: Exemplos de Boas Práticas  

Moderadores: Ana Fazenda (Vereadora da Câmara Municipal de Portimão) e Luís Sérgio Vieira (Universidade do Algarve)

O papel do CRIA no impulso ao Empreendedorismo no Algarve

Preletor: Hugo Barros (Chefe de Divisão do CRIA – Divisão de Empreendedorismo e Transferência de Tecnologia)

O papel da Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo da Universidade do Algarve

Preletor: Hélder Carrasqueira (Diretor da Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo da Universidade do Algarve)

O ISMAT nas Terras do Arade, qual a sua intervenção?

Preletor: Rui Loureiro (Diretor Científico e Pedagógico do Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes)

15h15: Controvérsia 2

As Pescas no Barlavento Algarvio – Como optimizar este recurso económico?

Moderador: Elisabete Rodrigues (Jornalista Sul Informação)

Preletores:

Jorge Vairinhos (Direção da Barlapescas – Cooperativa dos Armadores de Pesca do Barlavento

José Apolinário (Secretário de Estado das Pescas)

16h15: Pausa para Café

16h30: Conferência 3

Empreender com Sucesso em Tecnologia: O que falta para o Algarve ser um caso de sucesso?

Moderador: Salomé Cabrita (Promotora da Beta-Talk Portimão)

Preletor: Rui Pedro Alves (CEO da RUPEAL)

17h15: Mesa Redonda 3

Para além do Sol e da Praia… Apostas no Turismo Sustentável para o Desenvolvimento Regional  

Moderadores: Desidério Silva (presidente da Região de Turismo do Algarve) e Elidérico Viegas (presidente da Direção AHETA – Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve)

O Birdwatching – uma oferta em expansão 

Preletor: Nuno Barros (Birdland)

O Turismo de Negócio – Um alvo esquecido no Algarve?

Preletor: Paulo Pinheiro (Autódromo Internacional do Algarve)

O Paraquedismo – uma oferta alternativa

Preletor: Nuno Lobo Paulo (Skydive Seven)

O Turismo Gastronómico como potenciador do desenvolvimento regional

Preletor: Maria Nobre Carvalho (Food Tours Algarve)

18h30: Encerramento dos Trabalhos

Noite de 11 de Março | Museu Municipal de Portimão

20h00: Cocktail de Apresentação da Rota do Petisco 2017

 Local: Sala do Descabeço do Museu Municipal de Portimão

Cocktail com o apoio da Docapesca, Central de Cervejas e Comissão Vitivinícola do Algarve

Apresentação da Rota do Petisco 2017   

Intervenção da Associação Teia D’Impulsos

Intervenção da Sociedade Central de Cervejas

21h30: Tertúlia Teia D’Ideias

Quais os caminhos para o desenvolvimento do território da Bacia do Arade?

A visão dos Jovens e a visão dos Municípios

Moderador: Nuno Silva

    • Painel de Jovens dos 4 concelhos (Coordenação Isabel Quirino)
    • Joaquim Castelão Rodrigues (Vice-presidente da Câmara Municipal de Portimão)
    • José Alves Pinto (Chefe de Gabinete do Presidente da Câmara Municipal de Lagoa)
    • Rosa Palma (Presidente da Câmara Municipal de Silves)
    • Rui André (Presidente da Câmara Municipal de Monchique)

Dia 12 de Março | Auditório do Museu Municipal de Portimão

09h00: Sessão de Comunicações Livres

Apresentação de cinco comunicações livres, identificadas pela sua qualidade e interesse pelo conselho científico para serem integradas no programa.

Apresentações 8 minutos + 2 minutos para questões.

Moderadores (2): Selecionados entre os elementos da Comissão Científica

10h00: Mesa Redonda 4

O renascer da Agricultura no território da Bacia do Arade

Moderadores: José Graça (Diretor Regional Adjunto da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve)  e Joaquim Castelão Rodrigues (Vice-presidente da Câmara Municipal de Portimão)

O Impulso da Indústria dos Frutos Vermelhos

Preletor: Sónia Brito (SR Berry)

A Produção Vinícola na Bacia do Arade

Preletor: Carlos Gracias (Presidente da Direção da Comissão Vitivinícola do Algarve)

O Papel da Indústria dos Produtos e Equipamentos

Preletor: José Pina (Sanipina)

11h15: Pausa para Café

11h30: Conferência 4

A Exploração de Petróleo e Gás Natural no Algarve: A visão do poder local

Moderador: Luís Gonçalves (Teia D’Impulsos)

Preletor: José Amarelinho (Presidente da Câmara Municipal de Aljezur)

12h15: Sessão de Encerramento

Conferência de Encerramento

A Associação Terras do Infante – Um exemplo de Colaboração Intermunicipal no Algarve

Moderador: Daniel Cartucho (Presidente da Direção do Grupo dos Amigos do Museu de Portimão)

Preletor: Maria Joaquina Matos (Presidente do Conselho Diretivo da Associação “Terras do Infante”)

Entrega dos Prémios Melhor Poster e Melhor Comunicação Oral

Encerramento das Jornadas do Arade pela Comissão Organizadora

13h15: Encerramento dos Trabalhos


TARDE:

16h00: Um passeio pelas margens da história com o Grupo dos Amigos do Museu de Portimão (GAMP) – à descoberta da importância do Arade na evolução das comunidades ribeirinhas  

Do Convento ao Largo do Dique, existe uma série de elementos cuja história será referenciada nesse passeio, que, saindo do Museu, irá até ao Largo do Dique.

Comentários

pub