pub
Imprimir

D.A.M.A. regressam aos concertos intimistas com sala esgotada em Faro

“Era uma vez”… é assim que se começa a contar uma história e também aquilo que vai acontecer esta sexta-feira, dia 3, às 21h30, em Faro, no Teatro das Figuras. Quando os  D.A.M.A. subirem ao palco, além da música, vão partilhar as estórias que fazem a história da banda.

«De Fevereiro a Abril, fazemos sempre uma tour acústica e, este ano, quisemos ir mais longe e investir a sério no espetáculo, tanto em multimédia como em arranjos novos, e contar um pouco da nossa história e das estórias por trás das músicas» explicou ao Musicália|Sul Informação, Francisco Pereira (Kasha).

A Tour foi apelidada de “Era Uma Vez“ porque é da história de D.A.M.A. – acrónimo para Deixa-me Aclarar-te a Mente – que se fala.

A banda tem mais anos de existência do que aqueles que são conhecidos do público. Apesar de Francisco Pereira, Miguel Coimbra e Miguel Cristovinho terem iniciado o seu percurso em 2006, apenas nos últimos quatro anos chegaram “à ribalta”. Desde então, têm sido tempos de muito trabalho.

«Em três anos, foram mais de 300 concertos, foi Rock in Rio, MEO ARENA, uma data de semanas académicas, tudo muito rápido. Foram três álbuns e às vezes é difícil pararmos e pensarmos no que realmente aconteceu. Mas quem corre por gosto, cansa-se menos».

Mas cansa-se e, como explica Kasha, “sai-lhes do pelo”. O músico fez um agradecimento a quem torna esta caminhada gratificante e continua a esgotar salas, como acontece esta sexta-feira em Faro. É ao público que é dedicada esta digressão.

«Gostamos muito deste espetáculo, que é um bocado mais calmo, é muito mais intimista e dá para as pessoas ouvirem melhor as canções e o seu significado», acrescenta o músico.

É como um regresso à raízes, à altura em que eram três miúdos e apenas tocavam para os amigos e para os amigos dos amigos. A atenção colocada nestes concertos leva-os a partilharem momentos de brincadeira entre os membros da banda ou a exibirem vídeos nunca mostrados. É este lado desconhecido do grupo, que cria curiosidade no público, que os músicos prometem revelar.

São duas horas de espetáculo de D.A.M.A., onde nem todos os momentos serão calmos. A música será intercalada com conversa e momentos interativos, nos quais o público será desafiado a olhar para as músicas «de uma outra maneira». O formato já foi experimentado em Sintra e nas Caldas da Rainha.

A primeira parte é garantida por um concerto de Mia Rose, que vai partilhar o palco com a banda num tema inédito que será incluído no álbum da artista, quase a ver a luz do dia.

Ao todo, são três horas de música, com sala cheia, onde os temas serão, com certeza, quase todos cantados em coro entre a banda e o público. Mas quem ainda não comprou bilhete para o concerto desta noite, no Teatro das Figuras, em Faro, terá pouca sorte: a sala está esgotada.

 

Tema de avanço para o novo álbum de D.A.M.A

Em Sintra foi assim:

Comentários

pub
pub

Em foco

pub
pub