pub
Imprimir

Moreirense é o grande vencedor da Taça da Liga após ganhar ao Braga na final

O Moreirense é o vencedor da Taça da Liga, depois de ter ganho ao Sporting de Braga por 1-0, em jogo disputado esta noite, 29 de Janeiro, no Estádio Algarve. Cauê, com um golo de pénalti, foi o herói da equipa de Augusto Inácio.

Numa primeira parte que começou equilibrada, foi o Moreirense a primeira equipa a causar perigo. Aos 5 minutos, o avançado Roberto rematou junto ao poste esquerdo e, aos 13′, Geraldes bateu um livre à entrada de área, que Matheus, o guarda-redes do Braga, defendeu.

Durante o resto da etapa inicial poucas foram as oportunidades de golo. Ainda assim, houve um golo anulado ao Sporting de Braga, aos 38 minutos. Stojilkovic passou para Ricardo Horta, que marcou, mais assinalado fora de jogo.

Em cima do intervalo, aos 44 minutos, chegou o lance que decidiu a final. Francisco Geraldes foi derrubado por Matheus, dentro da área, e foi assinalado pénalti. O lance motivou protestos por parte dos adeptos do Braga, mas Artur Soares Dias não hesitou.

Na conversão do “castigo máximo”, Cauê, após paradinha, marcou para a equipa de Moreira de Cónegos.

Nos festejos, houve problemas, com os adeptos do Braga a lançarem um petardo para junto dos jogadores do Moreirense. Dramé e Roberto ficaram estendidos no relvado por alguns minutos, foi necessária assistência médica, mas ambos conseguiram recuperar.

No início da segunda parte, o Moreirense teve oportunidade para ampliar, mas Dramé rematou por cima. A resposta bracarense chegou aos 54 minutos, por Pedro Santos, que cabeceuou por alto.

Apesar dos esforços da equipa orientada por Jorge Simão, raramente conseguiu criar lances flagrantes de golo. As exeções foram protagonizadas por Rodrigo Pinho que cabeceou ao lado, aos 72 minutos, e obrigou, aos 83′, Makaridze a uma grande defesa, na melhor oportunidade de golo para os bracarenses.

O Moreirense aguentou a pressão dos últimos minutos e acabou por se sagrar vencedor da Taça da Liga, depois de ter eliminado o Porto na fase de grupos, o Benfica na meia-final e de ter batido o Braga no jogo decisivo da competição.

 

Sporting de Braga: Matheus, Velazquez, Battaglia, Baiano, Rui Fonte, Stojilkovic, Ricardo Horta, Paulinho, Pedro Santos, Artur Jorge, Xeka

Moreirense: Makaridze, André Micael, Rebocho, Francisco Geraldes, Roberto, Cauê, Diego Galo, Podence, Fernando, Dramé, Sagna

Comentários

pub
pub

Em foco

pub
pub