pub
Imprimir

Passagem de ano está a criar «expetativas muito grandes» em Albufeira

passagem de anoA Passagem de Ano «é uma marca» no concelho de Albufeira e o réveillon de 2017 está a criar «expetativas muito grandes». Carlos Silva e Sousa, presidente da Câmara, promete «um programa muito vasto» que procura «integrar tudo, beleza, arte, cultura e mostrar um concelho coeso do litoral ao interior».

Em declarações ao Sul Informação, o autarca diz que ainda não conhece os números previstos de ocupação hoteleira para o fim de ano, mas as perspetivas são boas: «temos um programa grande, desde a noite de passagem de ano, com fogo de artifício e grandes artistas, como a Áurea e os DAMA, temos o Paderne Medieval, o Solrir. Na Guia, há feiras e um presépio com esculturas extraordinárias, lindo de se ver. Também haverá animação na Oura, os hotéis também vão ter as suas próprias festas, com fogo de artifício. É uma grande data para Albufeira, que marca o corte naquilo que é terrível no Algarve todo, que é a sazonalidade».

Carlos silva e sousa_1

Carlos Silva e Sousa

Ao longo serão cinco dias de atividades no concelho. A Praia dos Pescadores vai voltar a receber os concertos de passagem de ano, na noite de 31 de Dezembro. Áurea é a primeira a subir ao palco, às 22h30, sendo que o espetáculo só será interrompido pela contagem decrescente para a despedida do ano e pelo fogo de artifício. Depois da meia-noite, atuam os DAMA.

À meia-noite, quem estiver na zona de Areia de S. João e Oura também vai poder assistir ao fogo-de-artifício que será lançado na praia da Oura. Mas, segundo a Câmara de Albufeira, «não será só o céu que estará iluminado, a Avenida Sá Carneiro vai ser percorrida por artistas circenses, que prometem surpreender com performances e números de grande impacto visual na Star Parade».

No entanto, as celebrações de fim de ano, no concelho de Albufeira, começam logo no dia 29 de Dezembro com o Paderne Medieval. A autarquia albufeirense diz que «durante quatro dias, a aldeia do Barrocal algarvio recua no tempo e acolhe perto de 10 mil visitantes que terão a oportunidade de percorrer as ruas de Paderne num ambiente único. O núcleo antigo da aldeia transforma-se num mercado medieval com dança, recriações históricas, demonstrações de artes e ofícios, manjares medievais e muita animação, que conduzem os milhares de visitantes numa verdadeira viagem no tempo».

Para o primeiro dia do ano, e último do Paderne Medieval, está marcado o desfile histórico, às 15h00, que retrata a cerimónia da entrega da Carta de Doação a Paderne, que este ano celebra 712 anos. O evento abre portas às 12h00 e encerra às 21h00, com exceção do dia 31 de Dezembro em que termina às 19h00.

A 29 de Dezembro começa também o Solrir, festival de humor que este ano leva ao palco do Palácio de Congressos do
Algarve, nos Salgados, comediantes como Herman José, Aldo Lima, Nilton, Serafim, Zé Pedro, ou Moce dum
Cabrêste. O evento decorre nos dias 29 e 30 de Dezembro e regressa a 1 e 2 de Janeiro, com sessões às 21h30.

Comentários

pub