pub
Imprimir

Vendas de comida no Festival da Batata Doce estão «muito superiores» ao ano passado

festival-batata-doce-20-medium

O Festival da Batata Doce, em Aljezur, só acaba este domingo, dia 27 de Novembro, mas as vendas de comida estão a ser «bastante superiores ao ano passado», revelou José Amarelinho, presidente da Câmara local.

Ontem, este certame recebeu a visita de Maria Manuel Leitão Marques, ministra da Modernização Administrativa, que, além da divulgação do projeto Orçamento Participativo Portugal, levou de Aljezur uma sweatshirt de prenda… para António Costa.

A visita desta ministra ao Festival da Batata Doce teve como objetivo divulgar aquela iniciativa do Governo, que andou a percorrer o Algarve nos últimos dias e quer colocar aos cidadãos a hipótese de apresentar propostas para o país, mas também visitar o certame aljezurense. E a proposta de ida a Aljezur veio da própria ministra, conforme contou ao Sul Informação José Amarelinho.

Maria Manuel Leitão Marques, acompanhada por Graça Fonseca e Miguel Prata Roque, secretários de Estado da Modernização Administrativa e da Presidência do Conselho de Ministro, passeou pelo Festival da Batata Doce, sempre sorridente. Em duas bancas, comprou mel e um cesto de empreita tipicamente algarvio.

«Esta visita é um orgulho e uma prova de reconhecimento do nosso trabalho», disse, sorridente o presidente da Câmara de Aljezur ao nosso jornal. Já quanto aos resultados das vendas da restauração, José Amarelinho adianta que estes «são importantes para a economia local».

À chegada ao certame, a ministra confessou que «não podia ter escolhido melhor tema (o da participação dos cidadãos) como forma de celebrar o primeiro aniversário do Governo».

Maria Manuel Leitão Marques fez também questão de referenciar o projeto «Lavrar o Mar» como uma iniciativa «que poderia ter sido proposta no Orçamento Participativo Portugal», já que cruza a cultura com a agricultura.

A verdade é que, segundo informação de José Amarelinho, os bilhetes para o espetáculo «Peep & Eat» (Espreita & Come), que estreia o projeto «Lavrar em Mar», já esgotaram para as sessões em Aljezur. Ainda assim, o presidente da Câmara não considera que esse seja um entrave para as visitas que espera receber ainda hoje no Festival.

E o autarca fixa mesmo um número, previsto, de visitantes ao Festival da Batata Doce: 30 mil.

 

Veja aqui fotos do Festival da Batata Doce:

Fotos: Pedro Lemos|Sul Informação

Comentários

pub
pub

Em foco

pub
Logo Lugar ao Sul
pub
pub