pub
Imprimir

Loulé mostrou na Assembleia da República a sua estratégia para as alterações climáticas

vítor aleixo alterações climáticasVítor Aleixo, presidente da Câmara de Loulé, participou, no passado dia 25 de Outubro, na «Convenção Quadro das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas – da COP 21 (Paris, 2015) à COP 22 (Marrakech, 2016)», que se realizou no auditório da Assembleia da República, e onde apresentou a Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC).

Além desta, Vítor Aleixo falou, também, da participação de Loulé no Projeto «ClimAdaPT.local», sendo o único concelho algarvio presente neste.

Foi, com efeito, a adesão a este projeto, em Janeiro de 2015, que deu início ao desenvolvimento da Estratégia Municipal «para melhorar a capacidade de incorporar a adaptação às alterações climáticas nos seus instrumentos de planeamento e nas suas intervenções locais», diz a Câmara de Loulé.

A Estratégia foi aprovada em Junho de 2016 e dela resultaram 28 opções de adaptação que, de acordo com o autarca, «terão uma implementação que dependerá não só da ação municipal como também da ação conjunta de diversos intervenientes».

Neste contexto, já estão, para a autarquia louletana, a ser dados «passos visíveis na implementação das opções em diferentes áreas». E enumera alguns: mobilidade sustentável, com a sinalização de vias partilhadas ou a introdução de bicicletas partilhadas das escolas, a requalificação de espaços públicos que reflete a valorização da mobilidade pedonal, «cujo exemplo mais emblemático é o Passeio das Dunas, em Quarteira», atividades de sensibilização e educação ambiental ou a implementação de medidas de uso racional de energia.

Com o objetivo de contribuir para os trabalhos preparatórios da 22ª sessão anual da Conferência das Partes das Nações Unidas (UNFCCC) sobre Mudança do Clima, esta iniciativa, em que Vítor Aleixo participou, foi um debate alargado em torno de um tema que faz parte da agenda política mundial.

As cinco questões sobre o Acordo de Paris e as suas implicações para Portugal, União Europeia e à escala global, e as alterações climáticas em Portugal no que diz respeito ao financiamento da mitigação e da adaptação foram os principais temas em debate.

Entre os participantes contam-se representantes de instituições governamentais e não-governamentais ligadas ao ambiente, economia ou tecnologias, universidades e deputados dos grupos com assento parlamentar.

O presidente da Assembleia da República Ferro Rodrigues e o Ministro do Ambiente João Matos Fernandes presidiram à sessão de abertura e encerramento, respetivamente.

Esta não é a primeira participação da Câmara de Loulé em eventos deste género. No final do mês de Setembro, Vítor Aleixo e alguns técnicos municipais estiveram presentes na Cimeira Mundial «Climate Chance 2016», que decorreu na cidade francesa de Nantes.

«O autarca teve uma participação ativa neste encontro, com uma intervenção pública que deu a conhecer a experiência de Loulé em matéria de adaptação às alterações climáticas», conclui a Câmara de Loulé.

Comentários

pub