pub
Imprimir

DiVaM: Amor proibido inspirou viagem ao passado do Castelo de Paderne

O Espirito do Passado_Castelo Paderne_DiVaM2016_1As histórias de amor proibido serão bem mais antigas que as milenares pedras do Castelo de Paderne, tão velhas como as sociedades humanas.

Este sábado, mais do que imaginar, quem visitou este monumento do concelho de Albufeira pôde testemunhar uma dessas histórias, contada pela Amarelarte na performance/intervenção teatral «O Espírito do Passado», realizada no âmbito de mais uma edição do programa DiVaM da Direção Regional de Cultura do Algarve.

Foram muitas as pessoas que subiram a encosta para chegar ao Castelo de Paderne e assistir a este espetáculo. Lá em cima, além do monumento e da vista, tinham à espera deles uma “família” de muçulmanos e uma trama de amor que envolvia uma jovem árabe e um moço cristão.

A história, como muitas das lendas inspiradas no amor proibido, não acaba bem para as personagens. Mas, neste caso, terminou da melhor forma para o público, que, além da performance, teve a oportunidade de experimentar um lanche servido pela “família” muçulmana, num tranquilo e solarengo final de tarde algarvio. E nem sequer faltou a música, proporcionada pela harpista e cantora Helena Madeira, para tornar o ambiente ainda mais especial.

«O Espírito do Passado» é uma criação da Amarelarte que, embora seja fictícia, se inspira na pesquisa histórica. O espetáculo contou com os atores Luis Nogueira, Helena Madeira e Nicole Lissy. Os poemas de Domingos Cerejo e a fotografia e imagem ficaram a cargo de Katia Viola.

Veja as fotos da iniciativa:

(Fotos: Hugo Rodrigues/Sul Informação)

Comentários

pub
pub

Em foco

pub
Logo Lugar ao Sul
pub
pub