pub
Imprimir

Dieta Mediterrânica com sabor a Algarve dá-se a provar no Egito

cataplana“Cataplana de Pintada com Batata-doce de Aljezur e Mexilhão” e “Polvo de Santa Luzia com Xarém de Ameijoa Branca e espinafre salteado” foram as duas receitas escolhidas pelos Chefs do projeto SlowMed para representarem Portugal no Encontro Internacional, que decorre entre 26 e 30 de Outubro, na Biblioteca de Alexandria, no Egito.

As seis equipas nacionais (Local Working Groups – LWG) do projeto SlowMed vão reunir-se durante quatro dias para aprofundar o trabalho que está a ser realizado em Portugal, no Egito, em Espanha, na Itália, Palestina e Líbano e para delinear em conjunto as próximas etapas da cooperação internacional.

Durante estes dias, irão ser apresentados aos participantes os pratos que o LWG português considerou mais representativos da gastronomia mediterrânica, no Algarve, num exercício gastronómico de simbiose entre a tradição e a inovação.

O LWG Português integra quatro chefs (Adérito Almeida e Abílio Guerreiro, da EHTA, Margarida Vargues e Pedro Beleza, com a consultoria do chef José Niza, da Tertúlia Algarvia), quatro cineastas (Jorge Mestre Simão, do CIAC-UAlg, Fúlvia de Almeida, Ana Medeira e Rodrigo Cartegiano), uma nutricionista (Catarina Vasconcelos) e uma especialista em comunicação e alimentação (Susana Rosa).

O Projeto SlowMed, apoiado pelo programa ENPI CBC-MED, tem como objetivos consagrar a Dieta Mediterrânica como um estilo de vida saudável e o Slow Food como uma forma de diálogo cultural entre os povos do mediterrâneo.
Visa incentivar a preservação e conservação do património gastronómico, cultural e artístico do Mediterrâneo, promover o reconhecimento da gastronomia como uma forma de expressão cultural e artística e de aproximação entre os povos do mediterrânico e ainda estimular a cooperação económica, cultural e institucional no campo da Dieta, Cultura e Arte Mediterrânica.

unnamedEntretanto, no próximo dia 13 de Outubro,  segunda-feira, decorrem na zona histórica de Faro as filmagens finais do vídeo com que o LWG Algarvio fará a apresentação da região no Encontro Internacional de Alexandria.

Estas filmagens culminam uma fase exploratória em que muitas filmagens, entrevistas, pesquisas e recolhas de receitas foram feitas, segundo os temas “Mar” (durante a II Feira da Dieta Mediterrânica em Tavira) e “Terra”, durante o evento “TocA’Andar” na Serra do Caldeirão, onde o LWG também organizou a realização de um Show Cooking de Dieta Mediterrânica.

O Festival Internacional da Dieta Mediterrânica, a decorrer em Alexandria, no Egito, conta com mais de 80 convidados provenientes de Itália, Egito, Espanha, Líbano, Palestina e Portugal.

Entre esses convidados contam-se chefs de mérito internacional para o Júri da Competição Internacional de Pratos de Fusão, 24 Chefs dos LWG, consultores gastronómicos portugueses, realizadores de cinema de mérito Internacional, para o Júri do Concurso Internacional de Documentários sobre a Dieta Mediterrânica, 24 Cineastas dos LWG, seis Dietistas, seis especialistas em alimentação e comunicação, 14 coordenadores de LWG e de projeto e outras personalidades nacionais e internacionais.

Ao longo dos quatro dias do Encontro, terão lugar exibições de gastronomia de Itália, Egito, Espanha, Líbano, Palestina e Portugal, Cooking Classes internacionais sobre cozinha de fusão nestes países, um Seminário Internacional sobre a Dieta Mediterrânica, um concerto de música portuguesa, uma competição Internacional de Pratos de Fusão em torno da Dieta Mediterrânica, um Concurso Internacional de Documentários sobre a Dieta Mediterrânica, um Jantar internacional de Dieta Mediterrânica, a apresentação do Livro de Receitas de Dieta Mediterrânica, para crianças, e ainda um Workshop Internacional de Nutrição e Dieta Mediterrânica.

Acompanhe e participe nos trabalhos do LWG Português, no site da Associação In loco, a parceira nacional do Projeto SlowMed.

Comentários

pub