pub
Imprimir

Na Noite dos Investigadores todos podem vestir batas de cientista

A investigação feita no Algarve vai estar bem representada na Noite dos Investigadores de 2012, que irá decorrer na sexta-feira no Ria Shopping, em Olhão.

Aqueles que visitarem o espaço comercial olhanense entre as 10 e as 22 horas terão muitas oportunidades de colocar as «Mãos na Massa», ou seja, de vestir a bata de cientista e levar a cabo ou participar em experiências.

Já foram muitos os expositores a confirmar a sua presença, entre entidades públicas e privadas. O Sul Informação revela em primeira mão o que algumas das entidades presentes vão oferecer aos visitantes, num levantar do véu do que será a versão algarvia da Noite Europeia dos Investigadores, evento que decorre em simultâneo em mais de 200 cidades de 30 países da Europa. «Ciência e Desporto» é o tema da presente edição.

A Universidade do Algarve (UALG) será, como seria de esperar, uma das entidades mais representadas, não só através dos centros de investigação a ela associados, mas também de investigadores que trabalham nas mais diversas áreas, em projetos ligados a outras instituições. Na região algarvia, a Noite dos Investigadores foi organizada pelo CRIA-Divisão de Empreendedorismo e Transferência de Tecnologia da UAlg, pelo que não poderia faltar a prata da casa.

Parte do conhecimento “Made in Algarve” concentra-se nos centros de investigação CCMAR – Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve, CECTA – Centro de Estudos em Ciências e Tecnologias Agrárias da Universidade do Algarve e CTA – Centro de Ciências e Tecnologias da Água da Universidade do Algarve, que estarão todos representados na Noite dos Investigadores.

A UAlg será ainda representada pela Faculdade de Ciências e Tecnologias e pelo Grupo de Neurociências Cognitivas – Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve.

Também já está confirmada a presença em Olhão do Centro de Ciência Viva de Tavira (os seus congéneres de Faro e Lagos também participam na iniciativa, mas com atividades nas suas instalações), a empresa« SCHIU, Engenharia de Vibração, Ruído», o Laboratório itinerante de genética molecular Lab-IT, projeto de forte cariz pedagógico que nasceu na UAlg e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDRA).

O Sul Informação deixa aqui, em síntese, informação exclusiva sobre o que pode encontrar na sexta-feira em Olhão. Além destas atividades, o CRIA mantém o segredo em relação a algumas surpresas reservadas para o dia da iniciativa.

 

 

CCMAR – Centro de Ciências do Mar

No expositor do Centro de Ciências do Mar (CCMAR) vão ser dadas a conhecer algumas das linhas de investigação científica que estão a ser desenvolvidas no Centro e que têm impacto na vida das pessoas.

«Tendo como ponto de partida o ecossistema da Ria Formosa, o CCMAR vai promover dinâmicas e interações com os visitantes, permitindo-lhes conhecer melhor as algas e plantas marinhas, perceber como é desenvolvida a Aquacultura de uma forma sustentável e qual o impacto das alterações globais neste ecossistema.

O CCMAR vai ainda proporcionar uma “visita” à molécula ADN. Os visitantes vão poder vestir a bata de cientistas e também eles extraírem o poderoso ADN que contém o código que determina em boa parte aquilo que somos!», revelou o CRIA.

 

CECTA – Centro de Estudos em Ciências e Tecnologias Agrárias

No expositor deste centro ligado à investigação na área da agronomia, vai ser possível determinar o estado de maturação de diversos frutos. Para isso, será necessário operar diversos aparelhos: Determina-se o teor de açúcares através de um refratómetro, a cor do fruto, através de um colorímetro e a dureza dos frutos, através de um penetrómetro.

 

CTA – Centro de Ciências e Tecnologias da Água

No stand do CTA vai-se proceder à montagem de uma instalação experimental que simula o funcionamento hidráulico e transporte de poluentes em aquíferos à escala laboratorial. A observação desta instalação é acompanhada pela projeção de um filme onde são postos em evidência diversos aspetos técnicos e científicos relativos às águas subterrâneas e sua importância no âmbito da gestão de recursos hídricos às escalas local e regional.

 

FCT – Faculdade de Ciências e Tecnologia

A FCT vai expor um protótipo demonstrativo do funcionamento de um Sistema de Tratamento de Efluentes Gasosos, com implicação direta na qualidade do ar que respiramos.

 

CCV de Tavira

O centro de divulgação de ciência de Tavira propõe aos visitantes um exercício bem original, intimamente ligado ao tema Desporto. A experiência parte de diversas questões: «Sabe que fatores afetam a velocidade da bola durante o remate? E em que zonas do corpo se liberta mais calor durante o esforço físico? E a sua velocidade de reação, sabe o que a faz variar?»

Para obter as respostas a estas questões, o CCV de Tavira vai realizar atividades sobre a temática da Física e Desporto, medindo alguns parâmetros através da utilização de sensores específicos.

Uma das experiências vai tentar determinar a velocidade de um chuto. Um radar vai medir a velocidade que a bola atingiu, depois de pontapeada, bem como as variáveis que poderão influenciar o resultado. Os participantes poderão avaliar o desempenho, em função do sexo, condição física ou idade.

No mesmo expositor vai-se tentar determinar a emissão de calor de um corpo na sequência de um esforço físico. Aqui, os participantes são convidados a pedalar e podem ver o calor que estão a produzir através de imagens captadas por uma câmara termográfica. Também poderão testar a velocidade de reação a estímulos e as suas variantes. «Nesta atividade será utilizado um jogo de computador adaptado em que é medida a velocidade média de reconhecimento de objetos que surgem no ecrã», revelou o CRIA.

 

SCHIU – Engenharia de Vibração e Ruído

No expositor desta empresa a “estrela” será um sonómetro, com o qual se farão experiências que levem os visitantes a conhecer os diferentes decibéis associados a distintas situações do dia-a-dia e os respetivos limites recomendados pela Organização Mundial de Saúde.

 

Grupo de Neurociências Cognitivas – Faculdade de Ciências Humanas e Sociais

No Stand deste grupo de investigação os visitantes vão poder saber um pouco mais sobre o funcionamento do cérebro. Além de conhecer alguns dos mistérios associados ao cérebro, os visitantes podem colocar à prova os seus conhecimentos através de diversas demonstrações e jogos.

Entre as atividades previstas estão demonstrações e explicação de diferentes tipos de ilusão de ótica, testes de Stroop, que avaliam a atenção e a concentração e jogos como o Puzzle do cérebro e o Trivial do cérebro, o primeiro dedicado ao estabelecimento de correspondências entre funções e áreas cerebrais e o segundo baseado num conjunto de questões acerca deste órgão do corpo humano.

 

Laboratório itinerante de genética molecular Lab-IT

A biologia molecular vai estar em desataque no stand do projeto Lab-IT, estrutura que, apetrechada com equipamentos sofisticados, é suportada por uma equipa altamente qualificada que assegura apoio às Escolas Secundárias da região nas áreas da Biologia, Biotecnologia e Genética Molecular.

Na Noite dos Investigadores, estão planeadas atividades que vão permitir aos visitantes entrar em contacto com algumas técnicas básicas de biologia molecular, tais como a extracção e amplificação de ADN a partir de frutos, observação ao microscópio da biodiversidade das populações microbiotas da Ria Formosa, e o manuseamento de algum equipamento científico.

 

CCDRA

A CCDRA vai juntar-se à Noite dos Investigadores através do Centro Europe Direct e promover diversas atividades ligadas ao tema «As energias renováveis no contexto europeu». Entre elas, destaque para as duas tertúlias que decorrerão a partir das 20 horas, que vão girar em torno de duas intervenções, a apresentação «Cozinha Solar», pelo Professor Celestino Ruivo da UALG e a apresentação «Lâmpadas LEDS: o que são e para que servem?», pelo Eng.º Miguel Mendonça, da AREAL.

Comentários

pub